segunda-feira, 25 de julho de 2011

Série Mulheres da Bíblia - Estudo 11: a mulher de Jó

"Aprendendo nas adversidades "
(Texto Bíblico: Jó 2:9 e 10)

Apesar da mulher de Jó ser citada em apenas um versículo na Bíblia toda e nem sabermos o seu nome, podemos imaginar muito da sua vida e aprender com ela.

Em resumo, ao estudarmos a história de Jó, vemos que ele era um homem temente a Deus, feliz e cheio de bens que perdeu tudo – filhos, dinheiro e saúde – por conta de um desafio de Satanás, que disse ao Senhor que Jó só era um bom homem porque não enfrentava dificuldades. Deus então permitiu que o mal o atingisse para provar o contrário.

Nesse cenário de provações encontramos a esposa de Jó. Como eram casados, ela foi atingida tanto quanto ele, pois também experimentou as delícias de uma vida confortável e feliz e de repente encarou o sofrimento de perder seus filhos, seus bens e ainda ver o marido adoecer. Nos versículos que lemos ela tem uma reação de revolta contra Deus e contra Jó porque não admitia e não entendia o que estava acontecendo com eles. No entanto, o próprio Jó, em sua resposta, nos mostra que ela não era uma mulher ímpia. Ele pergunta “porque você está agindo assim, falando como uma mulher louca?”. Ou seja, ele sabia que esse não era o comportamento normal da esposa. Jó a amava, tanto que no capítulo 19, no versículo 17, ele lamenta o fato de estar leproso e não poder se aproximar da esposa: “O meu hálito é intolerável à minha mulher...”.

Provavelmente, por tudo o que sabemos sobre a vida de Jó, sua esposa era uma mulher idônea e auxiliadora. No entanto, seu comportamento na hora da aflição nos revela uma mulher que não teve sabedoria quando o marido mais precisava. Na verdade, ela estava agindo exatamente como Satanás queria e, assim como Eva, estava prestes a levar o esposo a se rebelar com Deus.

É verdade que essa mulher estava sofrendo muito também. Mas alguém disse certa vez: “a prosperidade pode cobrir uma multidão de pecados, mas a adversidade os coloca rapidamente em evidência”. A mulher de Jó agiu como muitas de nós, que só confiam e amam a Deus quando tudo vai bem. Infelizmente, na hora da luta, muitas de nós de nós desanimam, rebelam-se, se afastam de Deus e deixam de lado o papel de uma mulher sábia e encorajadora. Foi assim com ela e ainda é com aquelas que não enxergam as adversidades como oportunidades. 

Precisamos aprender a olhar para nossas lutas como uma via para nosso crescimento. Deus quer forjar nosso caráter, nos fazer mulheres valentes e guerreiras. Tiago escreveu: “Meus irmãos, considerem motivo de grande alegria o fato de passarem por diversas provações, pois vocês sabem que a prova da sua fé produz perseverança. E a perseverança deve ter ação completa, a fim de que vocês sejam maduros e íntegros, sem lhes faltar coisa alguma.” (Tiago 1: 2 a 4).

E porque alcançamos a maturidade nesse processo? Porque antes das provações produzirem em nós perseverança e paciência, elas trarão à tona todo lixo do nosso interior a fim de que sejamos santificadas e moldadas – exatamente como aconteceu com a esposa de Jó. Quando enfrentamos lutas descobrimos se realmente confiamos em Deus e se não temos em nós algumas características e comportamentos que precisam ser transformados ou abandonados, como orgulho, inveja, ira, autopiedade e murmuração, entre outros. Por mais que soe difícil, a verdade é quanto mais queremos ser parecidas com Cristo e maduras espiritualmente, mais adversidades teremos que enfrentar. Sim, porque há muito em nós que precisa ser mudado!

O profeta Isaías, no capítulo 61, nos diz que Deus dará a todos os que choram “uma bela coroa em vez de cinzas, o óleo da alegria em vez de pranto, e um manto de louvor em vez de espírito deprimido.” E sabe para que? Para que nos transformemos em “carvalhos de justiça”.

Talvez há algo sobre os carvalhos que você não saiba ou se esqueça de vez em quando. Geralmente o carvalho se transforma em ferramenta para botânicos e geólogos em suas medições dos infortúnios provocados pela natureza no meio ambiente, porque é nesta árvore que eles podem encontrar os sinais das tempestades que se abateram sobre a paisagem na qual ela está localizada. O carvalho é a espécie que mais padece com os efeitos das chuvas fortes, mas, por incrível que pareça, quanto mais ele se sujeita às intempéries, mais fortalecido ele sai delas, pois suas raízes se arraigam ao solo a cada tempestade, seu tronco se revigora e a possibilidade dele ser extraído ou derrubado do solo pelos temporais vai diminuindo drasticamente até se tornar nula.

Deus quer firmar você e eu de maneira que, assim como carvalho, as possibilidades das lutas nos abaterem se tornem nulas! É por isso que Ele não nos livra das provações, mas nos livra nas provações. Sim, Ele está sempre presente para enxugar as lágrimas dos nossos olhos e nos fortalecer quando nos sentirmos fracas e impotentes. Ele está pronto a transformar nosso choro em riso, mas tudo isso, para que cresçamos e amadureçamos.

Encare suas lutas e adversidades com outros olhos. Não se deixe abater. Não se torne desencorajadora e nem blasfeme contra Deus. Busque a Fé que move montanhas e clame por perseverança.

A Bíblia não fala o que aconteceu com a mulher de Jó. Eu, particularmente, quero crer que ela se arrependeu da besteira que falou e calou-se diante do marido. Creio que caiu em si e alcançou o favor do Senhor, pois, ao final dessa história de sofrimento, a Bíblia revela que Jó recuperou seus bens – tudo em dobro – e teve outros filhos e filhas (as mais lindas que já existiram!). Como não fala se esses filhos e filhas foram com outra esposa e como Jó manteve-se íntegro durante todo o tempo, acredito que a sua mulher era a mesma do início da história. Mas agora ela estava aí não mais murmurando e desencorajando o marido, e sim, provando e vendo como “o Senhor é bom e o seu amor dura para sempre” (Salmo 136:1)!

Nunca mais diga “Estou na Luta”. Diga “Estou em Cristo, passando pela luta!” Você pode até chorar, mas nunca deixe de lembrar que “a alegria vem pela manhã” (Salmo 30:5).
 
Não adore a Deus apenas quando você está vivendo dias de alegria. Louve a Deus porque Ele está te transformando. Cuide das palavras que saírem da sua boca nos dias de aflição. E caminhe, em triunfo e sem reclamar, rumo à vitória que Jesus já lhe garantiu! Amém!#

9 comentários:

  1. Preciso mesmo ler esta palavra todo os dias.

    ResponderExcluir
  2. Deus abençoe este ministério!

    Palavras abençoadas,senti a presença de Deus ao lê-las.

    Sábias,encorajadoras.
    Jacqueline

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém, que a presença de Deus seja sempre com vc!

      Excluir
  3. É por isso que sirvo a Deus com alegria.RITA

    ResponderExcluir
  4. Deus e fiel para todo sempre......

    ResponderExcluir
  5. Amém, amada!!!!Que Deus continue te abençoando!!!!!!!!
    Adriana Lima

    ResponderExcluir
  6. Que lindo!!!Deus abencoe!!!
    Que venhamos ser cheias do Espirito Santo De Deus pra que sempre venhamos estar no centro da sua vontade Deus fiel e Poderoso!!!
    Gloria a Deus!!

    ResponderExcluir
  7. pastora que Deus abençoe grandiosamente palavra gloriosa de ensino e ispiraçao!!!

    ResponderExcluir