segunda-feira, 9 de maio de 2011

Série Mulheres da Bíblia - Estudo 5: Ana (2ª parte)

Buscando no lugar certo!
(Leitura: 1 Samuel 1:1 a 20)

Ana estava aflita, com alma amargurada. Não ter filhos era uma humilhação, e ser mãe, desde aquela época, era maravilhoso.

Sei bem como é isso. Depois que me casei, meu maior sonho era me tornar mãe. Nem sabemos o porque, mas é um anseio que faz parte da nossa natureza feminina, não é mesmo?

Os anos foram passando, e nada. Fiz alguns tratamentos, e nada. As pessoas perguntando, a família cobrando. Por dentro eu estava um caco. “Porque eu, Senhor?” Até que um dia, quando estava orando, me derramando aos pés de Jesus, tive uma visão. Ele veio a mim e me mostrou o que estava escrito em Gênesis 18:14, o que no meu coração foi semeado assim: “Por acaso existe algo impossível para Deus? Daqui um ano, virei a ti, e terás um filho”. Na mesma hora, meu choro cessou. Foi imediato. Aquela promessa me alegrou tanto!

Três meses depois, porém, o médico nos deu uma noticia decepcionante: meu marido era infértil, quase estéril. Só tínhamos 30% de chances de engravidar e ainda assim, através de uma inseminação artificial. Foi um baque. Mas ao sair do consultório, trouxemos à memória aquilo que nos dava esperança, conforme está escrito em Lamentações 3:21. E oramos, crendo que esse não seria o diagnóstico final. Em lugar de lamentar, exercitamos nossa Fé. Naquela semana era o dia das mães e o Fabrízio pregou na Igreja sobre o Deus que mudou a sorte de Sara, Rebeca e Raquel tornando-as mães de filhos. E profetizou: Deus mudará nossa sorte também!

O resultado, a maioria de vocês já sabe: naquele mesmo mês eu engravidei, e um ano após aquela promessa que recebi no meu quarto de oração - exatamente um ano depois! – nasceu a minha filha Ana Carolina. Um milagre, um presente, uma benção!

Nosso Deus é um Deus que realiza sonhos e faz milagres. Você pode admirar os milagres que Ele realiza na vida de outras pessoas mas pode também ver o realizar Dele na sua vida. Não importa quem você é. Importa quem você busca.

Talvez engravidar não seu seja seu maior sonho hoje, mas seja qual for seu desejo ou sua batalha, leve-os aos Pés de Jesus. Ele pode realizar aquilo que você tanto quer ou precisa. Mas vá até Jesus. Não seja como aqueles que tentam ajuda no lugar errado. Quando você está precisando de um conselho, uma palavra amiga, uma direção ou simplesmente desabafar, a quem você procura? Cuidado. A palavra de Deus diz que na multidão de conselhos há sabedoria, ou seja, entre os muitos conselhos, alguns são sábios mas outros não! É preciso discernir aquilo que vem de Deus, que é o melhor. Se você quer que a vontade Dele seja feita em sua vida, não adianta se aconselhar com alguém que é incrédulo – mesmo que seja a sua melhor amiga. O Apostolo Paulo alertou o povo de Corinto (2 Cor. 6:14 e 15) que luz e trevas não combinam, e por isso não pode haver comunhão entre alguém que crê e outro que não crê. Não vai dar certo, porque os princípios são diferentes. Ninguém poder dar aquilo que não tem, então observe bem a vida da pessoa que está dirigindo seus passos. O Salmo 1º garante que feliz e bem aventurado é quem não anda no conselho dos ímpios.

Ana buscou a Deus. Ela se derramou sobre o altar – e sozinha. Isso nos ensina que há momentos em que você e eu não precisamos de ninguém além Dele. Você não precisa de uma curandeira, uma cartomante, um profeta, uma amiga, um padre ou um pastor para se achegar a Deus. Quando Jesus morreu, o véu do Templo foi rasgado e a partir daquele dia, não apenas os Sumos Sacerdotes, mas todos nós temos livre acesso à presença do Pai. “Buscar-me-eis e me encontrareis quando me buscares de todo o coração”, disse o Senhor através do profeta Jeremias. Ana não foi apenas uma mulher de Fé mencionada na Bíblia porque teve um filho, mas porque buscou a Deus no seu momento de profunda aflição. E Deus não apenas realizou o desejo do coração dela, mas na mesma hora em que ela O buscou, Ele já a confortou e ela saiu dali consolada, com um semblante transformado. Um consolo e uma paz que nem seu marido, que a amava muito, conseguia lhe dar.

Você já se sentiu como Ana estava, sem saída, sem alegria? Será que muitas mulheres não se frustram porque estão indo à fonte errada? Se Ana buscasse “prazer em viver” apenas no seu casamento, ela não encontraria. Apenas o Senhor poderia suprir aquilo que lhe faltava. Imagine como seria a vida daquela família se ela não fosse buscar uma solução em Deus. Provavelmente, seu marido desistiria de agradá-la e ela morreria amargurada, com inveja da sua rival e cheia de sonhos frustrados. Muitas vezes jogamos o peso da culpa em nossos maridos, filhos ou patrões por estarmos infelizes, cansadas e estressadas. Aí buscamos “soluções” imediatas para nosso desespero: algumas se ocupam demais para fugir da realidade, outras decidem “experimentar” a alegria passageira que o mundo oferece, outras resolvem jogar tudo para o alto e desistir. Mas nada disso vai adiantar. A frustração vai permanecer, porque há um vazio no nosso coração que só Deus pode preencher. Você não precisa de outro marido. Você precisa que a alegria do Senhor te fortaleça (Neemias 8:10)!

O Salmo 68:9 diz "Bendito seja o Senhor, Deus, nosso Salvador, que cada dia suporta as nossas cargas." Então, entregue seus problemas para Ele. Ao acordar, coloque diante do Senhor todas as suas tarefas do dia. Peça a direção, peça o agir do Espírito Santo sobre você e sua casa. E aproveite para levar até Ele seus sonhos, seus anseios, sua aflição.

Se você está como Ana, querendo muito que o Senhor realize algo em sua vida, lembre-se que assim como Deus ouviu o clamor daquela mulher, Ele pode ouvir o seu também. Ele virá ao seu encontro, enxugará as lágrimas dos seus olhos e realizará grandes feitos na sua vida.

Nos seus momentos de aflição, lembre-se das promessas. Quando o médico me deu aquele diagnóstico de morte dos meus sonhos, eu me lembrei daquilo que Deus me dissera e não desanimei. Se ao olhar ao redor você não enxergar nada que lhe traga alegria e esperança, feche seus olhos. E veja, pela Fé, o futuro glorioso que Deus tem para você e sua família!#


2 comentários:

  1. Oi amiga!
    Continue a nos alimentar com a boa palavra que sai da boca de Deus, pois realmente mata a nossa fome. Obrigada pelos bons frutos que está produzindo em nós.
    Sempre amiga.
    Cris Rocha.

    ResponderExcluir
  2. Vc não imagina o conforto e animo que esta palavra me proporcionou...estou vivendo exatamente essa situação que vc viveu...mas hj posso dizer que encontrei consolo em Deus!
    Obrigada, Deixe Deus te usar sempre!!!
    Camila

    ResponderExcluir